Quanto custa o Respeito nas Empresas?

195

Novo aqui?

Olá!
Eu sou Karina.
Torne-se no seu próprio Líder e isso definirá a sua vida para sempre.
A minha missão é fazer com que isso aconteça.

Quanto custa o Respeito nas Empresas? O velho adágio popular, Respeito é bom e eu gosto, mantém-se atual.

Sente-se respeitado no seu local de trabalho?

Parece uma pergunta simples, mas a resposta pode ser um raio-X do nível de sua produtividade no local em que trabalha.

Um estudo, conduzido por pesquisadores da Michigan State University, constatou que a incivilidade, no local de trabalho, custa anualmente às empresas USD 14.000, por funcionário, devido à perda de produtividade e tempo de trabalho. Talvez ficou surpreso o quanto pode custar caro às empresas, a forma rude e indelicada de tratamento para com o outro.

Mas afinal, o que é respeito?

Palavras que possuem carga emocional, podem ter sempre um cunho subjetivo de como eu as interpreto, como é o caso da palavra respeito, ou como o leitor define o significado dessa palavra. Isso porque tendemos a ter como referência a nossa própria história, nível de autoestima, cultura, que nos irá levar ao que admito como “normal” e como “atravessando os limites”. Um exemplo simples, para ilustrar o que refiro, é o respeito entre um casal. Há casais que podem debater, desentenderem-se, mas têm o compromisso de não levantar a voz um para o outro. Por sua vez, outros casais admitem tratarem-se aos berros, e nos seus debates chamarem-se de besta, bruto, anémona, burra, um ao outro. Diferentes tipos de negócio e de cultura também são determinantes. Na cozinha de um restaurante com “casa cheia”, gritar e xingar são considerados como normal, mas mesmo tipo de prática seria inadequado na maioria dos escritórios de serviços.

Sob ponto de vista da condição psicológica e emocional do ser humano, respeito é tratar o outro com civilidade, o que implica, ser cortês na hora de pedir e responder a uma tarefa, ter sua opinião expressa com assertividade, e conhecer os seus limites e o que admite na interacção com o outro, de forma, a que se tenha um ambiente de bom convívio, ao longo de largas horas com colegas, chefes, subordinados que não pediu e nem escolheu para conviver na sua vida (como o seu companheiro de vida). Ao contrário, o estudo referido, apontou que rebaixamento, sarcasmo, rudeza e ambientes percebidos como “políticos”, no qual os colegas de trabalho “fazem o que é melhor para eles, não o que é melhor para a organização”, foram entendidos como desrespeito.

Esse estudo apenas vem mostrar o que todos nós experienciamos, quando nos sentimos desrespeitados. Embora cada pessoa possa lidar de formas diferentes perante o desrespeito, eu já ouvi de muitos clientes os seguintes “sintomas”, como remoer o assunto, ter dificuldade em dormir, sentir-se ansioso, stressado, frustrado, baixa motivação para fazer as tarefas, sentimento de ser dispensável, falta de dignidade, frustração, a criatividade bloqueia, fadiga mental, entre outros.

Como o vírus da gripe, o comportamento desrespeitoso contamina e é transmitido de pessoa para pessoa, criando uma espiral decrescente na interacção e aumentando a agressividade social.

KARINA M. KIMMIG

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

E, sob stress emocional, as pessoas tendem a ter maior dificuldade em gerir seus comportamentos, impulsos e emoções, o que leva a outro aspecto apontado pelo estudo, a uma espiral de incivilidade. Como o vírus da constipação, o comportamento desrespeitoso contamina e é transmitido de pessoa para pessoa, criando uma espiral decrescente na interacção, aumentando a agressividade e um ambiente de trabalho pouco saudável, que afeta também o ambiente familiar do trabalhador e a comunidade. A continuidade dessa espiral, por sua vez, gera problemas de saúde mental para quem trabalha na empresa, como depressão, ataques de pânico, Burn-out, custo de saúde, custo adicional à empresa com baixa prolongada ou mesmo despedimento e nova contratação, saída dos bons e competentes trabalhadores que não querem manter-se na empresa, que podemos ainda adicionar ao custo anual referido no início deste artigo.

Curiosamente, respeito é uma palavra com raíz no latim, Respectus, particípio passado de Respicere, que significa olhar de novo, outra vez. É interessante esse sentido, já que nas organizações olhamos sem ver de novo. Se ao olhar o outro, guiássemos a nossa atenção para observar o que tínhamos olhado, como se fosse a primeira vez que víssemos essa pessoa, uma segunda oportunidade dada a nossa percepção para ter tempo de questionarmo-nos – Se alguém me tratasse e olhasse para mim, da mesma forma que estou fazer com esta pessoa, eu gostaria e me sentiria respeitado/a?

Para o colaborador da empresa poder fazer essa auto-análise, precisa de um recurso importantíssimo e escasso numa rotina de pressão, Tempo. Abrandar, em certos momentos, é avançar mais rápido em produtividade eficaz. A segunda ferramenta é a mais antiga e básica para a humanidade, e continua a precisar de trabalho e entendimento, a comunicação. Saber comunicar, entender os filtros de comunicação, como trabalhar a qualidade da comunicação na empresa é crucial. Por isso, sem excepção, em todos os meus cursos e sessões individuais, meus clientes entenderam que muito têm a desenvolver, perante a profundidade do tema. E por fim, a empresa (seja departamento de RH, sejam os donos de uma pequena empresa) tem de ter claro e listados os comportamentos de incivilidade, sem fazer “vista grossa” para atitudes não justificáveis.

E para si, como as pessoas têm de lidar consigo para sentir-se respeitado?

Artigo original publicado em Setembro de 2019.

Você pode gostar...
Previous
Next

Seja uma força para o bem! Prepare-se para aprender extraordinárias dicas e conceitos nesta coleção sobre Comunicação, Social Skills, Relacionamento Interpessoal, Sistema Social e Sustentabilidade↗. Nós, seres humanos, somos criaturas sociáveis, e, por essa razão, a conexão social ajuda-nos a reduzir os efeitos negativos do stress, a aumentar a autoestima, a prolongar a longevidade e nos faz mais felizes. Inspire-se a ir além de si mesmo e torne-se num poderoso agente de mudança pró-social que o mundo precisa!

Seja um Líder Humano! Prepare-se para ganhar novas perspectivas e fortalecer os seus músculos humanísticos, nesta coleção sobre Liderança Consciente, Performance, Estratégias Mentais, Gestão de Tempo & Stress, Humanistic Management↗. O verdadeiro poder de um líder está na sua autoliderança. Do seu “centro interno” partem comportamentos diários e decisões que impactam no comprometimento da sua equipa, na gestão dos recursos, na rota dinâmica da empresa e moldam o futuro da humanidade.

Crie a vida que você ame! Prepare-se para ideias inspiradoras e orientações excecionais nesta coleção sobre Propósito & Qualidade de Vida, Autoconsciência, Valores & Crenças↗. Construir a sua força mental e emocional, cuidar dos seus recursos preciosos, que são tempo e energia, conectar-se com os seus pontos fortes, valores, talentos, as suas ideias originais para expressar o seu Ser, o conduzirão a uma vida mais satisfatória, e consequentemente mais feliz. Você é seu maior ativo!

Seja Único, seja você! Prepare-se para acelerar transformações na sua vida e ter dicas nesta coleção sobre Emoções, Autoconfiança, Autorresponsabilidade, Desenvolvimento Pessoal↗. Ao compreender melhor os seus processos mentais, os seus gatilhos emocionais e ter as técnicas apropriadas para ultrapassar os seus medos, as suas indecisões, a falta de confiança, ou as suas dúvidas, você desperta os seus recursos internos, permite a manifestação da sua essência, para ser o seu próprio líder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Revista Humanistic Academy

COMO COMEÇAR A

LIDERAR

A SI MESMO?

Faça o download GRATUITO desta revista para aprender estratégias efetivas que lhe fornecerão a clareza e a confiança necessárias para que mudanças incríveis comecem a acontecer na sua vida.

Don’t Be A Stranger…

Just write down some details and our customer success heroes will get back to you in a jiffy!

Contact Info